domingo, 2 de janeiro de 2011

. showbiz / showbiz

showbiz

[
from The Last Night of the Earth Poems (1992), Black
Sparrow Press]



I can't have it
and you can't have it
and we won't
get it

so don't bet on it
or even think about
it

just get out of bed
each morning

wash
shave
clothe
yourself
and go out into
it

because
outside of that
all that's left is
suicide and
madness

so you just
can't
expect too much

you can't even
expect

so what you do
is
work from a modest
minimal
base

like when you
walk outside
be glad your car
might possibly
be there

and if it is---
that the tires
aren't
flat

then you get
in
and if it
starts---you
start.

and
it's the damndest
movie
you've ever
seen
because
you're
in it---

low budget
and
4 billion
critics

and the longest
run
you ever hope
for
is

one
day.

.

showbiz

[extraído do livro  The Last Night of the Earth Poems (1992), Black
Sparrow Press]


eu não aguento isto,
você não aguenta isto
e nós não vamos
compreender isto

então não aposte nisto
ou nem mesmo pense
nisto

simplesmente levante-se da cama
a cada manhã

lave-se
barbeie-se
vista-se
saia de casa
e aceite
isto

porque
fora isso
tudo o que resta é
suicídio e
loucura

então você simplesmente
não pode
ter muitas expectativas

você não pode nem
ter expectativas

então o que você faz
é
trabalhar a partir de uma modesta
remuneração
mínima

como quando
você sai
fique contente que seu carro
possivelmente
esteja lá

e se está---
fique contente pelos pneus
não estarem
furados

então você
entra
e se ele
dá a partida---você
dá a partida.

e
este é o filme
mais desgraçado
que você já
viu
porque
você está
nele---

cachê baixo
e
4 bilhões
de críticos

e o período mais longo
de exibição
que você já
desejou
é

um
dia.

4 comentários:

Seiad disse...

o chuck é muito fodão,
todas as vezes que leio um texto ou poema dele penso: putz, queria ter tido essta ideia!

naestradaaopordosol disse...

Cara, gostei muito da ideia e do seu blog. Sou fã do velho Buk e favoritei seu blog.
Dá uma passadinha pelo meu, os textos são alguns baseados a ideia do velho safado.

Continue com o projeto.
Força.

Abraço.

fabiano trichez disse...

Parabéns pelo blog, é sensacional! Espero que volte a postar novas traduções do velho Bukowski!
Abraço!

Caroline disse...

Esse blog é uma das coisas que torna minha vida suportável.